NOTA PUBLICA

0
843

Sindicato dos Farmacêuticos de Brasília – DF – SIG. 04, Lt. 25, Centro Empresarial Barão de Mauá, Sala 222, Brasília-DF. Tel: 3344-4801

NOTA PÚBLICA 2017 BRASÍLIA, 08 de junho de 2017.
A todos os farmacêuticos do DF e Lideranças,
POSICIONAMENTO SOBRE A LEI QUE AUTORIZA O REGISTRO DO AUXILIAR DE FARMÁCIA

Sobre a Lei e vontades alienígenas na aprovação do projeto legal do registro do
Auxiliares de Farmácia deixamos claro que é vedado pela Lei 3.820/60, pois esta é clara ao
mencionar apenas o registro de oficial de farmácia, auxiliar de laboratório de análises clínica
e auxiliar de farmácia de laboratórios de produção de fármacos.
O Comércio e Gestores das Farmácias Públicas sempre sonharam e defenderam
criação da profissão dos auxiliares de farmácia, outrora, tivemos no CRF centenas de auxiliare
que tomaram centenas de postos de trabalho de farmacêuticos e inundaram a Justiça Federa
de ações até que o STJ decidiu que além de não poderem se inscrever, até porque a Lei veda
que não poderiam assumir a RT das drogarias.
Não reconhecemos seu registro ou profissão! Esta é a posição do NOSSO SINDICATO.
Hoje em dia, o CRF e Sindifar devem ainda defender com mais força do que nunca
não aprovação desta lei, destarte, inexiste a inventada categoria, ESTA É UMA LEI PLANTADA
por as associações de drogarias! Visto que é obrigatória a presença de farmacêuticos em
todas as unidades de saúde públicas, com a nova lei, colocarão apenas auxiliares e apenas
um
farmacêutico para assumir toda uma regional. Será o fim do concurso público par
farmacêutico!
Ademais, as drogarias que hoje contratam 03 ou 04 farmacêuticos, terão apenas 01 e
poderão pleitear no judiciário que os outros 03 postos de trabalho possam ser preenchido
com auxiliares, pois bastaria um Diretor Técnico, esta é, inclusive, a visão da ANVISA e da
Vigilâncias Sanitárias locais que já licenciam documentação para as empresas bastando o
nome de 01 farmacêutico. Será uma clara regressão a assistência técnica plena e desemprego
no DF. Afinal, é preferível pagar um balconista com curso do Senac do que um farmacêutico
que tenha piso e CCT aprovada.
Precisamos do apoio do Conselho Regional da Farmácia e de TODA A CATEGORIA
nesta luta contra a aprovação do fim dos empregos e concursos de farmacêuticos!


DIRETORIA DO SINDIFAR DF

 

NOTA PÚBLICA SINDIFAR, timbre 2017, auxiliares de farmácia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui

To use BrandCaptcha you must get an API Key