#ROLLEMBERGMENTE Ao dizer de repente que o dinheiro da gente criou asa e sumiu!

O SINDIFAR-DF continua  apoiando hoje a paralisação de diversas categorias por melhores condições de trabalho e por reajustes salariais prevista em leis.

Categorias garantiram começar esta sexta-feira de braços cruzados e assim permanecer até o fim do expediente. O ato marca o Dia Nacional de Greve em todo o País, organizado pela Central Única dos Trabalhadores e demais centrais sindicais. Apesar de a CUT não ter divulgado o número exato de servidores paralisados, na prática, significa dizer que o DF não contará com serviços básicos, como transporte e educação.

O secretário-geral da CUT Brasília, Rodrigo Rodrigues, destacou a importância de as categorias se unirem nesse momento de ataques: “Rollemberg mente ao dizer que não tem dinheiro para pagar o reajuste dos servidores. Vamos continuar denunciando essas mentiras e lutando para que mais nenhum direito seja tirado. Nossa resposta será amanhã (hoje)”.

O Metrô-DF garantiu que seus servidores não cruzariam os braços. Da mesma forma, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde) assegurou que os trabalhadores vão paralisar somente na próxima semana.

Em comunicado à população, o GDF afirma que, no DF, “77% dos recursos são para pagar os salários dos servidores e só 23% para remédios, merenda e todo o resto”.

 

Data:10-11-2016 Assembleia Simpro Foto: Hugo Barreto

Data:10-11-2016

Foto: Hugo Barreto

Publicado em EVENTOS, Sem categoria